Read More Read More

" />
Sexo durante a gravidez?

Sexo durante a gravidez?

Hoje vamos falar de um assunto delicado e muito importante para as mulheres grávidas e por que não os futuros papais também?

O assunto sexo em geral já é um tabu em nossa sociedade, falamos de sexo entre amigos, com tom de voz baixo e muitas vezes temos receio ou vergonha de perguntar algo relacionado. Sim, quem nunca passou por isso? Geralmente entre os amigos íntimos temos mais liberdade, mas mesmo assim ficamos com vergonha sobre o que vão pensar de nós.

Agora, imaginem falar de sexo durante a gestação? Essa situação fica muito mais delicada. Segundo o imaginário de alguns, a mulher se torna um santuário na gestação e ninguém pode tocá-la, certo? Errado! Hoje vamos falar sobre esse assunto que tantas pessoas têm dúvida mas às vezes tem vergonha de perguntar para o próprio obstetra.

Eu, Lilica, não sou médica e muito menos especialista sobre o assunto, mas quando estive grávida conversei bastante com a minha obstetra que é nota mil, então desde o começo tive liberdade para perguntar qualquer coisa, principalmente relacionada a sexo durante a gestação, além de conversar bastante com amigas que também estavam na mesma situação que eu.

Primeiramente vamos começar desmistificando a imagem da mulher grávida não poder fazer mais nada do que ela fazia antes da gestação. Alguns cuidados são básicos, principalmente com a alimentação e exercícios que possam sobrecarregar o corpo e consequentemente o bebê. Devemos conversar sempre com nosso ginecologista-obstetra que irá nos acompanhar durante a gestação e este profissional capacitado irá te indicar os cuidados necessários.

Mas até que você tenha alguma contra indicação de praticar sexo com seu parceiro/marido/namorado na gestação, a vida segue normalmente desde os primeiros meses até o final.

Se sua saúde está boa, se você não está tendo sangramento, nem infecção urinária, nem placenta descolada, você não tem que se abster da prática do sexo. Óbvio que com seus devidos cuidados, como por exemplo, determinadas posições que a mulher possa sentir algum incomodo ou praticar sexo com o mesmo vigor que antes.

Muitas vezes ouvimos a seguinte frase: “gravidez não é doença”. Eu entendo esse pensamento como: vamos tentar seguir nossa vida o mais normal possível por mais que percebamos algumas mudanças, no corpo principalmente.

O sexo, assim como concebemos nossos filhos é importante durante a gestação por alguns motivos:

  • Estreitamento de laço com o parceiro;
  • Ajuda a fortalecer o relacionamento para a mudança que este casal irá passar após a chegada do bebê;
  • A libido de muitas mulheres continuam na mesma intensidade ou aumentam, matendo-as ativas sexualmente;
  • Ajuda a relaxar quando produzimos endorfina ao sentirmos prazer;
  • Ajuda na autoestima da mulher, já que nosso corpo está passando por transformações;
  • Ajuda a mãe se preparar para o parto.

A dúvida mais frequente (inclusive foi a minha!) é em relação a penetração vaginal, muitas pessoas têm medo de machucar o bebê ou provocar aborto, já que em nosso imaginário ele está bem próximo do canal vaginal.

Lembro muito bem quando minha médica me explicou essa questão: O feto está alojado no útero, onde fica protegido por uma bolsa d’água e o colo do útero fica fechado durante a gestação.

Então eu repito, caso você não tenha nenhum impedimento, você pode ter relações sexuais normalmente durante a gestação. O ideal é que você faça pré-natal e o médico-obstetra te acompanhe com exames para saber se está tudo bem.

Estando tudo bem fisicamente, outro aspecto importante para que o sexo na gestação seja algo legal e agradável para o casal é a conversa. Essa não pode faltar de jeito algum, pois os dois irão colocar seus desejos, dúvidas e medos, estes sendo sanados pelo médico, só irá amadurecer a ideia do casal.

Então, se você está grávida e tem medo de ter relação sexual nesse período, converse com seu parceiro/marido/namorado levante as principais dúvidas e medos e leve todas ao médico. Nosso obstetra tem que ser o médico que mais confiamos então nada de vergonha, ele ajudará a trazer ao mundo seu bem mais precioso, seu/a filho/a.

Em matéria para O Globo, o ginecologista e obstetra José Bento fala dos benefícios do sexo na gestação: o feto, na barriga da mãe, consegue sentir efeitos positivos da prática do sexo, mas não entende muito bem o que está ocorrendo. Por isso, não há nenhuma necessidade de se preocupar com um possível “trauma” para a criança antes de nascer. “Ele não tem percepção do que acontece, mas se sente muito bem””.

Após a liberação do médico comece devagar com seu parceiro, respeitando o limite do seu corpo. Se ainda assim estiverem inseguros, comecem com carinhos e beijos para mais tarde irem pegando confiança e avançando sem medo. Esse momento especial da gestação merece muito cuidado, carinho e também prazer. Pense nisso.

 

Fonte pesquisada:

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL59283-5603,00.html

Lilica

Quer saber o que muda no sexo depois do parto? Não deixe de ler aqui!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook User Timeline

Close
homepage