Read More Read More

" />
Qual livro meu filho(a) deve ler?

Qual livro meu filho(a) deve ler?

Confira as dicas dos tipos de livros de acordo com a faixa etária da criança e de como eles devem ser apresentados a elas.

A leitura com bebês e crianças estimula e desenvolve diversos aspectos, como por exemplo, estímulo do lúdico e da imaginação, diferenciar mundo real de mundo imaginário, experimentar emoções ao se envolver com a leitura e ainda, estimula o cognitivo, a inteligência textual e o vocabulário, por isso deve ser incentivada desde cedo para que se crie o hábito da leitura.

Enquanto a criança não está alfabetizada, os pais podem mostrar os livros com suas figuras e contar as histórias em voz alta.Vale lembrar que para criar o hábito, não é necessário que a criança fique muito tempo com o livro, mas que tenha um contato diário, com qualidade e com a mediação de um adulto. Uma boa ideia é fazer a “A Hora da História”. Basta cerca de 10 minutos por dia de uma leitura divertida e criativa, como uma grande brincadeira, no entanto, é importante fazer a leitura de acordo com a idade da criança, assim como escolher um livro adequado para a faixa etária, pra isso, vou deixar aqui umas dicas de como escolher o livro mais adequado para cada faixa etária.

De 3 meses a 1 ano: a criança ainda não tem destreza nas mãos, é importante que o livro seja de plástico, como o livro de banho ou de material bem endurecido, cartonados, pois assim as páginas são resistentes e não amassam. Escolha livros pequenos, com muita imagem, cores, personagens simples, frases curtas, rápidas, e histórias que se finalizam dentro de 4 a 6 páginas. O adulto ainda não precisa necessariamente contar a história do livro, (alguns nem possuem histórias e se limitam a imagens), o importante é apontar as figuras (animais, objetos ou coisas semelhantes) que estão no livro falando em voz alta o nome do que aparece e mostrar ao bebê. Vale imitar os sons dos animais e/ou objetos e deixar o bebê também emitir sons, observe e curta o momento, pois pode ser muito divertido.

De 1 a 2 anos: Os livros ainda podem ser do mesmo estilo, uma das atividades desta fase é começar a treinar o passar da página, já que agora a criança possui uma destreza melhor nas mãos. A forma como devemos direcionar a leitura para a criança, também deve mudar. Já é possível ler exatamente a história, desde que seja pequena e de fácil entendimento, (pequenas frases) e ainda, fazer perguntas simples sobre a imagem, já que a criança está desenvolvendo a fala nesta idade. Você pode por exemplo, perguntar, “Onde está o Lobo? Como que o cachorro faz? Nesta fase, normalmente a criança já consegue responder com alguns sons, pequenas palavras ou apontando. Isso já marca o entendimento do que está sendo mostrado a ela e o momento com o livro.

De 2 a 3 anos: é importante continuar com livros ricos em gravuras bem coloridas e textos pequenos, mas agora você já pode ler livros com rimas, repetições, texturas diferenciadas e principalmente livros do tipo interativo e livro de tecido conhecido como “Quiet Book”, onde a criança pode mexer em algumas partes do livro. Este tipo de livro interativo, promove o desenvolvimento da coordenação motora, os sentidos e a concentração na atividade. É nesta fase que a criança explora seus sentidos e sua atenção através do tato, por isso qualquer atividade que possibilite que ela utilize as mãos para tocar, mexer e sentir a diferença, é muito bem-vinda. Já pensou que máximo ler um livro sobre animais marinhos se você estiver com seu filhote na praia onde ele sente a água do mar e a areia? Quanta aprendizagem não é mesmo?

De 3 a 5 anos: Provavelmente seu filho ainda não sabe ler, ou está iniciando o conhecimento de letras e números. Ele ainda precisa da sua ajuda com os livros, no entanto, você já pode optar por histórias cada vez mais ricas conforme for percebendo o entendimento dele sobre a história. As imagens podem ser mais complexas, deixe que ele perceba os detalhes das imagens. Conte a história fiel ao que está escrito no livro, e depois permita que ele reconte para você utilizando o livro da maneira dele. Observe que pouco a pouco ele conseguirá repetir a história mais fiel ao que você contou. Continue incentivando, nesta fase ele vai interagir cada vez mais com o momento da leitura e aproximar ainda mais a relação com o adulto que está contando a história.

De 6 a 8 anos: este é o período ideal da alfabetização, aqui as crianças estão conhecendo palavras, começando a ler e a escrever e por fim juntando frases que fazem sentido em uma leitura. Esta é a hora de incentivar que ele leia seus próprios livros. No começo da alfabetização, volte ao livros iniciais, daqueles que tinham apenas uma frase em cada página, conforme ele for evoluindo na leitura e na compreensão do que está lendo, vá aumentando a dificuldade da leitura, neste momento as imagens já não são tão importantes, seu filho está entrando no mundo letrado. As histórias devem ser de teor emocional, que despertem o medo, a alegria, a tristeza, a solidão, a felicidade e o amor. Esta é a época de incentivá-los no conhecimento do mundo da fantasia, do lúdico, onde existe o bem e o mal, assim ele conseguirá perceber o que é o mundo real e o que é imaginário.

De 8 à 9 anos em diante: é importante que tenha pouca imagem, apenas ilustrativa e não para desenvolver a imaginação. Agora a história/ a leitura, tem grande importância, ela deve ser o foco. Invista em histórias cada vez mais densas. Vale começar com histórias que falem de amizade, família, convívio social com outras pessoas, preconceito, aceitação e principalmente leitura informativa, por exemplo, um livro infantil que conte como surgiram e desapareceram os dinossauros, um tema geralmente curioso para as crianças dessa idade.

Para finalizar, vale lembrar que cada criança desenvolve e amadurece no seu tempo, portanto, não se assuste se o seu filho de 2 anos ainda não interagir com você durante a leitura, o que vale é o incentivo, a persuasão, a persistência. Seja sensível e utilize do bom senso para ir apresentando os livros adequadamente, de acordo com o desenvolvimento da criança. Vale a dica de levar seu filho a uma livraria e deixe ele escolher o que ele quer ler. Aproveitem! Ler é a maior aventura!

Fonte de pesquisa: O que ler e como ler de acordo com cada idade.

 

Bianca Santiago

Pedagoga

2 thoughts on “Qual livro meu filho(a) deve ler?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook User Timeline

Close
homepage