Não jogue fora o desenho do seu filho

Não jogue fora o desenho do seu filho!

Você já prestou atenção nos desenhos que seu filho faz?

A valorização da produção da criança é o ponto chave para estas perguntas.

O desenho que a criança faz, é a sua produção. Para que fique mais claro, podemos dizer que o desenho é o trabalho da criança.

Vamos exercitar um pouco da empatia?

Imagina que seu chefe lhe pediu um trabalho sobre a estatística de venda de um determinado produto. Você perde 2 horas fazendo o trabalho. Seu chefe lê e depois amassa e joga fora na lixeira ao lado e bem na sua frente. Não seria imensamente frustrante? Provavelmente passaria pela sua cabeça que o seu trabalho não estava bom o suficiente.  Com a criança é exatamente a mesma coisa.  Quando ela não recebe a devida atenção pela sua produção, ela fica desmotivada a produzir e aos poucos ela vai deixando de fazer não só os desenhos, mas consequentemente não exercita sua criatividade, sua espontaneidade, cria dificuldades para se expressar e valoriza os sentimentos de insegurança e baixo estima.  Vale lembrar também, que através do desenho é possível identificar por exemplo, situações graves como pedofilia, violência doméstica, bullying , morte, dificuldades no convívio familiar, entre outras coisas.

É preciso compreendermos que a criança quando desenha , expõe toda a sua emoção e vivência no que esta desenhando, é a forma que ela tem de se expressar, de se comunicar, expor sua opinião, mostrar o que sente, seus desejos, seus medos e suas alegrias. A criança tem a capacidade de expressar todo o seu “EU” de forma lúdica no desenho que ela faz. Isso significa dizer que devemos receber este desenho atentamente e valorizar o que ali está registrado.  Valorize o desenho na frente da criança.

-Evite comentários genéricos como “ que lindo” “ tá bonito esse desenho” “adorei”

– Faça comentários específicos, “Esse pássaro vermelho está engraçado, eu gostei” “Você usou todas as cores, ficou muito bonito”, “você esta desenhando cada dia melhor”

– Faça perguntas sobre o que a criança desenhou “o que você desenhou?” “porque você desenhou isto?” “Porque você esta triste/feliz  neste desenho?”

Lembre-se, a criança precisa ser ouvida, e ela quer ser ouvida! O desenho é o meio que ela tem de se comunicar com você.

Fica a Dica: Sabemos que é complicado guardar tanto papel e tanto desenho dos nossos filhos e que fatalmente eles precisam ser jogados fora. Evite ao máximo jogar fora na frente da criança, ou então converse com ela e diga que não há espaço para acumular tanto papel e peça para que ela separe só alguns para guardar. Converse, negocie!

Bianca Santiago é mãe e pedagoga, parceira do Blog.

Receba nossas news

Cadastre seu email e receba nossas novidades primeiro!

Todos os direitos Reservados aos autores do Blog Mãe Só Tem Uma