Read More Read More

" />
Não consigo desfraldar meu filho, e agora?

Não consigo desfraldar meu filho, e agora?

Hoje eu venho trazendo um tema difícil para muitos pais e mães: como lidar com o desfralde difícil de acontecer ou até mesmo “demorado”? E até mais: como lidar com os pitacos e com as opiniões das pessoas que vêem seu filho de quase 3 anos usando fralda?
Não é nada fácil, gente, e eu não venho trazendo a fórmula. 
Para ser sincera, meu filho ainda não desfraldou e ele faz 3 anos no final do mês. Eu estou desesperada por isso? Inacreditavelmente NÃO… Percebi que minha ansiedade e nervosismo só pioravam as coisas e se está tudo bem com ele, respondendo fisicamente e psicologicamente, ele vai chegar no desfralde no tempo dele.
A primeira coisa que devemos fazer é… ter PACIÊNCIA. Sim, com letras maiúsculas. A sua ansiedade, pressa ou nervosismo não vai fazer nada andar mais depressa, às vezes, muito pelo contrário, pode gerar pequenos traumas. Criança com dificuldade de fazer o xixi ou cocô de tanto prender ou não conseguir segurar, justamente por medo. Então, comece relaxando lendo esse texto e sabendo que você tem que ter o triplo de paciência para um desfralde demorado ou difícil.
A segunda coisa que devemos refletir é que geralmente lemos muitas coisas na internet e muitas pessoas nos dizem que o desfralde deve ser feito entre 2 anos e 2 anos e meio mas e se seu filho não se encaixa nesse perfil? Você pira, né? Provavelmente. Mas não deveria, porque se está tudo bem com ele fisiologicamente, fisicamente, emocionalmente, as coisas vão acontecer no tempo dele. Não existe um tempo certo ou errado, existe um tempo médio e que as crianças se encaixam nesse tempo ou não.
Exatamente como acontece com andar ou falar, o desfralde precisa acontecer de forma natural e no tempo da criança, quando ela der sinais e mostrar que está pronta para dar aquele importante passo na vida dela. Não importa se com 2, 3 ou 4 anos. Nós, pais, temos que entender que não é forçando que tudo vai fluir melhor, muito pelo contrário, eu sou péssima sob pressão, outras pessoas também podem ser como eu, então vamos nos colocar no lugar deles.
Outro passo importante para quem já tentou o desfralde algumas vezes sem sucesso foi comprar penico, livros com histórias de desfralde, cueca, mostrar desenhos e se mostrar como exemplo indo ao banheiro. Eu já fiz isso tudo e não adiantou efetivamente. Mas calma, não adiantou agora, no tempo que eu gostaria mas na cabecinha dele pode estar amadurecendo essa ideia que em algum momento vai.
O mais chato de tudo isso não é você continuar trocando fraldas até os 3 anos de idade e sim os olhares tortos e pitacos dos amigos, conhecidos e parentes. Eu como experiente nesse assunto, já coloco a minha ‘cara de alface’ que fica prontinha esperando ser usada porque ninguém merece ficar passando pelo difícil e cansativo processo do desfralde e um “infeliz” ainda resolver dar uma opinião que muitas vezes não é construtiva ou de fato não ajuda em alguma coisa. 
Quando alguém me pergunta espantado “ele ainda usa fralda?”, eu respondo que sim balançando a cabeça com um sorriso amarelo e pronto, a pessoa se manca. Mas quando ela insiste em me questionar, eu digo que estou aceitando pessoas que me ajudem a limpar o chão e a lavar cuecas de cocô sendo mãe solo (com um sarcasmo na fala) e é tiro e queda!
De qualquer forma, não existe fórmula de bolo, não existe receita pronta! Faça a sua parte, comprando os itens necessários, incentivando, conversando e se mesmo assim você se sentir insegura, converse com o pediatra do seu filho, nada melhor alguém que acompanha ele há anos ou desde o nascimento para saber se ele pode ter algum tipo de problema. Descartado isso, relaxe que no momento dele, ele vai te mostrando sinais e você vai ajudando na condução do desfralde. 
Esse é um momento importante para a vida físico-emocional do seu filho e você tem que estar tranquila para ajudá-lo, não insistir e cobrá-lo exaustivamente. Quando acontecer o desfralde por aqui, escrevo novamente explicando o que funcionou com meu filho. Por enquanto estamos tendo muitas conversas e tentativas de acerto com o penico ou vaso. 
 
Com carinho, 
Lilica. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook User Timeline

Close
homepage