Quando o fim do relacionamento é inevitável

            Ninguém namora, casa, tem filhos e constrói uma vida com alguém, pensando no término do relacionamento. Mas, às vezes, eles acabam e nós precisamos estar preparadas para esse momento, principalmente quando temos filhos, pois aí estamos falando de outras vidas que dependem de nós (pai e mãe).
           Todo término de relacionamento é doloroso. Dificilmente, um casamento acaba com os dois querendo ir embora. Geralmente termina com um gostando mais do que o outro e, assim, a dor é grande. O choque com a nova condição é difícil. Muitas vezes não aceitamos essa situação que se coloca na nossa frente e que vai reformular toda a nossa vida. Infelizmente, eu estou passando por isso e tenho aprendido “na marra” algumas coisas sobre separação com filhos.
            Eu não me imaginava aos 32 anos, estar separada e com um filho. Imaginem o baque que eu levei?! A gente perde o chão, chora, esperneia, grita mas não tem jeito… não temos como obrigar alguém a viver conosco, ainda mais quando existem caminhos diferentes. Mais ainda se houver filhos! Foi só nele que eu pensei o tempo todo e sei que se estou aqui (escrevendo um pouco do meu relato pessoal para auxiliar e dividir com alguém esse momento doloroso) é por causa dele.

Leave a Replay

Receba nossas news

Cadastre seu email e receba nossas novidades primeiro!

Todos os direitos Reservados aos autores do Blog Mãe Só Tem Uma

Facebook User Timeline

Close
homepage