Read More Read More

" />
Carta ao futuro pai

Carta ao futuro pai

Futuro papai,

seu bebê nasce daqui a algumas semanas e eu queria te preparar para esse momento tão especial em sua vida, mas também impactante. Ter um bebê altera a estrutura familiar, mexe com os ânimos da mãe e do pai também.

Eu quero te dizer o quanto você precisará ser parceiro da sua esposa ou mãe do seu filho nessa fase tão complicada que é a chegada de um bebê! Os dois precisarão ter paciência, mas sua companheira provavelmente estará exausta nas primeiras semanas, cheirando a leite, com peitos machucados da amamentação, irritada pela falta de sono, cansada e com o corpo de quem pariu um “bezerro” e que, dificilmente, voltará para o lugar de forma rápida e simples.

Sim, sua esposa pode chorar sem motivo aparente, todos os dias, durante um mês no pós parto e você deverá estar lá para consolá-la ou apenas emprestar-lhe os ombros para ela desabafar. Você poderá acalmá-la ou simplesmente mostrar que está ali ao lado dela.

Provavelmente, ela não pedirá ajuda nos tratos com o bebê ou achará que você não saberá fazer como ela, mas está implícito que você estará lá para dar apoio e suporte, principalmente nas atividades que você não poderá substituí-la, como a amamentação, por exemplo. Ela vai precisar que você diga: “amor, quando acabar de amamentar, me dê o bebê para eu colocar para arrotar e para fazê-lo dormir”.

Ela também vai precisar de uma refeição completa e de um banho quente, pelo menos de vez em quando. Ela vai precisar de um elogio, de palavras de incentivo que a empodere a ponto de sentir que seu companheiro de vida está ali ao lado dela, nesse momento tão emocionante e ao mesmo tempo desgastante.

O papel do pai vai muito além de provedor financeiro. Ele será o educador, o cuidador, o amigo, o companheiro, o cara que irá dividir as tarefas domésticas com a mulher, para ela não se sentir exaurida e sobrecarregada. Futuro papai, pense, reflita,  o pai precisa ser presente no dia a dia do filho, não importa se este é menina ou menino.

Por isso, paizinho, escrevo essa carta para te mostrar que nem tudo serão flores mas que unidos vocês serão mais fortes e passarão pelos mais difíceis obstáculos juntos. E quando esse turbilhão passar, vocês estarão mais próximos, os três mais unidos do que nunca! E, quem sabe, desejando muito que sejam quatro ou cinco dentro de casa?!

Com carinho,

Lilica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook User Timeline

Close
homepage